Por que é tão difícil dizer não

Aprender a dizer não é uma das coisas mais importantes você pode fazer para aumentar a sua produtividade, para dedicar tempo às coisas que realmente importam pra você.

Por que é tão difícil dizer não às pessoas, e mais importante, qual estratégia a gente pode usar pra falar não sem se sentir culpado?

Vamos a primeira parte que é entender por que a gente deve falar não. Em primeiro lugar, se você já respondeu sim para algum pedido de ajuda, um pedido de reunião ou algum pedido do chefe e depois se sentiu mal porque tinha um montão de coisas pra fazer e não dava conta, você sabe como é importante dizer não pra que você não se arrependa depois no meio do caminho. Às vezes a gente diz sim no calor do momento e depois quando as coisas esfriam, quando a gente coloca a cabeça no lugar a gente viu que deu uma grande cagada. Nós nos comprometemos com uma coisa que a gente nem tava fim ou que a gente nem deveria ter nos comprometido. Esse é o primeiro passo e o nosso tempo talvez seja o recurso mais escasso que tem e o nosso tempo é valioso demais.

Por que é tão difícil dizer não

Pra que a gente gaste esse tempo fazendo coisas que não são do nosso interesse ou coisas que não vão nos ajudar ou não vão nos agregar, vem o segundo ponto: porque é tão difícil dizer não às
demandas e as solicitações que nos aparecem todos os dias?

Em primeiro lugar, eu acho que existe um sentimento de vaidade, a gente não quer ser visto como pessoas egoístas. A gente quer ser visto como uma pessoa que está disposta e pronta para ajudar
os outros a todo instante.

Em segundo, é o medo ou receio de parecer mal educado. É aí que dou um exemplo: em quantos grupos de whatsapp que você tá que te colocaram sem você pedir e que no fundo você gostaria de sair e que na verdade mais enche o saco do que realmente agrega alguma coisa? Talvez um grupo de família que você não queria estar, um grupo de amigos que só fala besteira todo dia e que só te faz perder tempo.

Terceiro ponto: você tem medo de conflito. É muito mais fácil você concordar com um chefe que te pede uma tarefa que pode até aparecer abusiva, mas é mais fácil dizer sim e concordar no momento durante uma reunião do que simplesmente encarar de frente o problema e dizer não, eu não posso fazer isso também, vou ter que trabalhar até mais tarde, vou me sacrificar pessoalmente para isso e esse medo de conflito justifica parte desse problema.

E, finalmente, o quarto ponto é o nosso medo de perder oportunidades. Se nos convidam para um evento e a gente não está muito seguro e acha que provavelmente vai ser furada, por exemplo, talvez a gente fique com medo de perder alguma oportunidade, uma coisa que poderia estar acontecendo e acabou falando sim, mesmo sabendo que no fundo a gente vai ter que fazer um sacrifício muito grande para estar ali, às vezes vai ter um comprometimento financeiro alto que não
valeria à pena, mas a gente tem esse medo da perda, de estar deixando alguma coisa importante passar.

Considerando todos esses cenários, vem a pergunta: como eu posso dizer não sem parecer mal educado, sem me sentir mal, sem se sentir culpado por isso depois?

O primeiro ponto é ser sempre direto e dizer não sem entrar em detalhes. Às vezes a gente tenta não justificar porque a gente não quer algo e acaba sendo pior.

Uma segunda coisa é pedir um tempo para pensar. Você tá numa reunião com seu chefe e ele te pede pra elaborar um relatório sobre alguma coisa e você sabe que esse relatório vai custar um bom tempo, talvez alguns finais de semana, umas horas longe do seu lazer, da família, dos amigos e naquele momento você se sente constrangido de dizer não ou você está inseguro. Por pressão, acaba dizendo sim. Ao invés de se sentir constrangido e pressionado, peça um tempo pra pensar: ah, eu posso dar a resposta amanhã ou eu posso dar resposta mais tarde?

Quando você faz isso, você tem a grande vantagem de sair daquela pressão e pensar com calma, frieza e de forma racional, se vale ou não vale a pena fazer aquilo que estão te mandando. E, um outro ponto é saber que nunca são “apenas cinco minutinhos”. É uma estratégia conhecida de, por exemplo, quem quer marcar uma reunião com você. A pessoa entra em contato dizendo: a gente pode marcar um skype para eu te apresentar uma oportunidade e fica tranquilo, vão ser apenas cinco minutinhos…ele sabe que nunca é!

Por exemplo, eu tenho vários pedidos de reunião e pessoas estão telefonando querendo apresentar algumas coisas e uma resposta padrão que eu dou é: manda os detalhes por email. E, quando faço isso, muitas dessas pessoas, acho que mais da metade nem sequer me manda email, ou seja, provavelmente não era tão importante ou tão impressionante assim.

O segundo ponto é que, dessas que mandam, é preciso apenas de 1 ou 2 minutos para ler e ver que eu não tenho qualquer interesse, e na maioria das vezes, as pessoas querem me vender alguma coisa. Essa é a verdade, essa é a realidade.

De forma geral, é isso! Dizer não é uma habilidade e como toda habilidade pode ser aprendida.

Aprenda a dizer não, defenda os seus próprios interesses, e principalmente, o seu precioso tempo frente a diversas demandas que vão aparecer. Dê valor do seu tempo e cuidado com aquelas pessoas que querem te roubar parte importante dele.

 

Veja também:

Você pode gostar...